Estrutura organizacional para escrever post melhores5 min leitura

Compartilhando o modelo que utilizo para organizar minhas ideias para escrever um post e lembrar de tudo que preciso fazer.

Transformar ideias em posts pode ser muitas vezes bem intimidador, mas depois que você começa a ter prática vai percebendo um padrão surgindo. No meu caso, uma das dificuldades era limitar o escopo do que estava escrevendo para que não ficasse grande demais, por isso criei o Texto Mínimo Viável (MVT). Mas depois de um tempo, senti que precisava de algo mais prático que me ajudasse a lembrar todas as etapas deste processo de escrita, como uma lista de tarefas. Então, criei um modelo que listava todos os itens necessários para criar um post, mas que fosse flexível o bastante para se adequar a qualquer assunto. Já utilizei na criação de doze posts e acredito que está maduro o suficiente para compartilhar.

Explicação de cada seção

O modelo consiste em uma estrutura de doze seções:

  1. Endereço do post publicado
  2. Objetivo em uma linha
  3. Ideias para títulos
  4. Referências
  5. Itens, pensando no Texto Mínimo Viável
  6. Ideias moonshot
  7. Ideias descartadas
  8. Adicionar links para os seguintes posts
  9. Posts que eu possa linkar este post
  10. Resumo
  11. Mensagem para redes sociais
  12. Conteúdo

Endereço do post publicado

Aqui coloco o endereço do post após publicá-lo. Esta é a primeira seção pois após a publicação, movo a nota para a seção de Arquivo Morto no meu Second Brain e quero que o link esteja facilmente visível caso eu acesse este conteúdo no futuro.

Objetivo em uma linha

Faço o resumo do post para mim em apenas uma linha. O objetivo é me ajudar a ter um direcionamento claro sobre o que vou escrever.

Ideias para títulos

Crio uma lista com diferentes ideias para títulos e ordeno ela de acordo com as opções que mais gosto no topo.

Referências

Lista de links que são importantes para o que estou escrevendo, seja para adicioná-los no conteúdo como referência ou para uso pessoal.

Itens, pensando no Texto Mínimo Viável

Faço uma lista com todas as ideias que quero escrever. Especifiquei de propósito o Texto Mínimo Viável para garantir que vou seguir suas diretrizes, principalmente a de definir o que é 20% do conteúdo que fará as pessoas entenderem 80% do que quero comunicar.

Ideias moonshot

Lista de ideias ousadas, mas que não tenho certeza da sua viabilidade, tanto pela questão de tempo (a Lei de Parkinson do MVT) ou pela sua complexidade. Um exemplo seria a gravação de uma captura de tela para um tutorial ou uma exibição de um comparativo de antes e depois em imagens.

Ideias descartadas

Depois de escrever todas as minhas ideias e refletir um pouco sobre elas, percebo que nem todas são viáveis e movo-as para esta seção. Algumas vezes isto acontece também durante o processo de escrita do post, onde percebo que uma ideia na verdade não é tão interessante de fazer. Gosto de manter esta lista, pois muitas vezes essas ideias acabam virando outros posts.

Lista de posts que já escrevi e que quero adicionar um link dentro do conteúdo como referência. Isto também me ajuda a pensar ativamente a criar links internos, um item importante para otimização para os mecanismos de buscas (SEO).

Posts que eu possa linkar este post

Bem similar à seção anterior, mas aqui listo os posts nos quais quero adicionar o link dentro do conteúdo deles para o texto que estiver escrevendo, uma vez que o mesmo for publicado. Isto também ajuda para SEO.

Resumo

Diferente do objetivo em uma linha, este é o resumo que fica público para os visitantes (também conhecido como Excerpt) e deve ser refinado para chamar a atenção das pessoas e otimizado para SEO.

Mensagem para redes sociais (usar #bolhadev quando viável)

O texto que utilizo quando vou divulgar o post nas redes sociais. Este normalmente tem um estilo de escrita mais pessoal e refinado para deixar as pessoas interessadas o bastante em clicá-lo. Também coloco um lembrete no título para utilizar a hashtag #bolhadev quando fizer sentido, para assim abranger um público ainda maior.

Conteúdo

Aqui escrevo o conteúdo do post em si. Não tenho nenhuma estrutura específica, pois dependendo do tipo de texto que escrevo ela varia bastante. Esta parte vem por último, pois assim garanto que já fiz o planejamento dos tópicos para o texto nas seções anteriores e me preocupo apenas em escrever sobre os itens listados.

Modelo no formato Markdown

Como estou escrevendo meus posts diretamente no Joplin, utilizo o formato Markdown para fazer a formatação do conteúdo. Esta é uma limitação que acaba sendo bem vinda, pois me ajuda a focar apenas no conteúdo, ao invés de como ele irá aparecer no site. Uma vez que o conteúdo está pronto, copio e colo o Markdown formatado no WordPress, que funciona muito bem.

Segue abaixo o modelo:

# Endereço do post publicado # Objetivo em uma linha # Ideias para títulos - # Referências - [ ] # Itens, pensando no Texto Mínimo Viável - [ ] # Ideias moonshot - [ ] # Ideias descartadas # Adicionar links para os seguintes posts - [ ] # Posts que eu possa linkar este post - [ ] # Resumo # Mensagem para redes sociais (usar #bolhadev quando viável) # Conteúdo
Code language: Markdown (markdown)

O objetivo é manter este post sempre atualizado com o modelo que estou utilizando. Se você tiver alguma sugestão de como melhorar este modelo, deixe um comentário.

Foto de capa por Kenny Eliason no Unsplash.

Similar Posts

Você tem algo construtivo sobre este texto para dizer? Então comente abaixo